Quer saber o que é um feed, o que você pode fazer com isso e como se inscrever? Clique aqui!

Arquivo de agosto, 2007

Dicas para seu Windows Vista

Sem categoria

26/08/2007 as 20:49

Windows Vista Desde o lançamento do Windows Vista muito se falou dos seus problemas, melhorias e novidades. Se você já teve problemas com o “índice de experiência”, com instalação de impressoras de rede ou simplesmente não consegue ativar a interface Aero, trago três dicas que prometem acima de tudo melhorar a performance do sistema.

1 – Atualizações adicionais de performance

Por padrão, o Windows Vista já vem com o Windows Update ativado. É bastante recomendável que o deixe assim, uma vez que a cada dia vêm diversas atualizações (como a do Windows Defender, o anti-spyware da Microsoft) além de reparos do Internet Explorer e do próprio Windows. A Microsoft prometeu o primeiro Service Pack para Novembro (e uma vergonhosa versão “beta” em uma data prévia) para correção de alguns problemas.

Mesmo assim, para que já experimentou problemas como a instalação de impressoras de rede, lentidão na cópia de arquivos, problemas no gerenciamento de memória e (diversos) outros, faça a instalação das atualizações abaixo. Na página há a lista de todos os problemas que elas corrigem, além de versões para a versão 64 bits. Essas atualizações foram lançadas agora no final de Agosto e ainda não vieram no Windows Update.

2 – Aumente manualmente o índice de experiência

Windows Vista Score

Nota: essa alteração não habilita seu computador para o uso da interface Aero ou do Flip 3D (Win+TAB). 

O índice de experiência do Windows Vista qualifica o seu computador em relação a performance do Hardware. A Microsoft pretende utilizar esse índice no futuro para traçar os requisitos mínimos de um software a ser instalado no sistema. Hoje, o índice qualifica ou não a ativação da interface Aero e habilita alguns softwares no Windows Marketplace. Se o seu computador não atingiu uma qualificação boa, não é preciso ficar chateado com aquele número baixo: você pode facilmente alterá-lo após ter requisitado um teste de sistema.

  1. Vá até a pasta: C:\Windows\Performance\WinSAT\DataStore
  2. Localize e abra (com o Bloco de Notas, por exemplo) o arquivo mais recente criado na pasta
  3. Localize no arquivo o bloco WinSPR e coloque o valor desejado. Nota: o Windows aceita somente até o valor 9.9
    Vista XML
  4. Abra novamente a janela que exibe o índice de experiência e divirta-se!

3 – Ative efeitos da interface Aero!

Dependendo da sua placa de vídeo, o Windows pode não ativar o tão esperado efeito de vidro da interface Aero, que habilita as janelas semi-transparentes (“Glass”, em inglês) e o Flip 3D, que alterna entre as janelas com as teclas Win+TAB. No entanto, algumas placas mesmo com o driver padrão podem ser capazes de suportar a interface, mas o Windows não permitirá alterar essa opção.

Nota: tenha cautela ao ativa a interface em placas com poucos recursos ou o sistema poderá ficar instável e lento. Em geral, placas com driver WDDM e suporte ao DirectX 9.0c suportam a nova interface.

  1. Clique no botão iniciar, digite “regedit” e tecle Enter para abrir o Editor de Registro do Windows
  2. Navegue nas pastas HKEY_CURRENT_USER, Software, Microsoft, Windows e DWM
  3. Do lado direito da janela, altere os valores de Composition para 1 e CompositionPolicy para 2

Como alternativa, você ainda pode forçar o Windows a não fazer a checagem de Hardware e ainda alterar outras configurações do Aero.

  1. Ainda no Editor de Registro, navegue nas pastas HKEY_LOCAL_MACHINE, Software, Microsoft
  2. Crie uma nova chave (“pasta”) chamada DWM
  3. Dentro dela, crie um novo valor DWORD (clicando com o botão direito do mouse na área da direita da janela) com os nomes especificados abaixo de acordo com o que deseja:
    • EnableMachineCheck: 0 (zero) desativa a verificação de hardware e 1 ativa novamente
    • Glass: 1 ativa o efeito Aero Glass e 0 (zero) altera para o normal (opaco)
    • Blur: 1 ativa o efeito “embaçado” no Aero Glass e 0 (zero) deixa do modo transparente
    • UseAlternateButtons: 0 (zero) deixa os botões com a borda arredonda e 1 torna-os quadrados

Para que as alterações tenham efeito, reinicie o serviço de gerenciamente de janelas:

  1. Clique no botão iniciar, digite “Serviços” (ou “Services”, em inglês) e tecle Enter
  2. Localize o serviço “Desktop Windows Manager Session Manager” e mande reiniciar
  3. Você também pode reiniciá-lo com a seguinte linha de comando no prompt: net stop uxsms e em seguida net start uxsms

Se tudo der certo, após reiniciar o serviço você estará vendo a interface Aero por completo.

Leia mais...


13 Comentários »

A era da Publicidade Viral

Sem categoria

08/08/2007 as 11:01

Publicidade ViralGastar rios de dinheiro em uma campanha publicitária hoje não faz sentido se ela não incluir uma Publicidade Viral junto.

O nome “Viral” nesse tipo de publicidade não vem de distribuir nenhum tipo de vírus, mas sim de espalhar a campanha como se fosse um. Na verdade, os próprios usuários seriam os responsáveis por fazer a divulgação da sua campanha, sem que o anunciante pague nada por isso.

As campanhas criadas para ser Publicidade Viral devem ser criativas ou engraçadas para fazer com que o usuário se sinta motivado a espalhá-la. Esse tipo de marketing pode ser considerado como um complemento para o marketing feito para a Internet, uma vez que pode ser um vídeo, um jogo em Flash, uma piada publicitária ou mesmo um rumor de um novo produto.

O segredo para esse tipo de publicidade é a comunidade. Facilitar a difusão da campanha é um pré-requisito. Você já reparou quantos e-mails você já recebeu com a mensagem de “Olha que vídeo legal!” junto? Essas mensagem costuma vir com o vídeo em anexo ou o link para o YouTube e, em geral, são vídeos curtos de propagandas criadas por empresas.

Ao iniciar uma nova campanha, pense nesse novo tipo de publicidade e utilize-a como complemento para elas. Como um teste, assista o vídeo abaixo (que foi espalhado como Publicidade Viral por e-mail) e repare na marca que aparece no final. Por curiosidade, ao final, clique no vídeo e confira a quantidade de vezes que ele foi assistido. Os números não mentem.

Leia mais...

,
9 Comentários »